24/02/13

Um outro olhar a NU


E porque Horas doces não é só livros e lê-los, tenho vindo a descobrir imenso prazer na arte do olhar, mais concretamente, na fotografia. 

Destaco aqui uma pagina de fotografia no Facebook, na qual descobri uma forma muito própria de reproduzir o nu, essa arte que muitas vezes é vista "pelo canto do olho".

Uma arte que admiro! 





Um prazer que preenche o olhar. Não tanto pela beleza (sempre discutível) do corpo mas e, sobretudo, pela atitude, postura e composição de todo o quadro. Bem como os contrastes evidenciados. Olhar pelo canto do olho, de facto, não vale. Porque nada ou pouco se vê e nada ou pouco se usufrui. Há que não ter medo nem se deixar abater pelo preconceito do outro e construir uma ideia, uma página, em que, de certa forma ou de todas as formas, nos lembre que somos nós quem lá estamos! E que nos afirme!  

[José Manuel Barbosa]









A Fotografia é uma forma de ficção. É, ao mesmo tempo, um registo da realidade e um auto-retrato, porque só o fotógrafo vê aquilo daquela maneira.

[Gérard Castello Lopes]







Há que treinar o olhar. Educar a forma como se vê. E ver apenas o que se quer ver...

[José Manuel Barbosa]










Talvez que a tal Arte mais não seja do que a forma como se vê e não tanto a forma como se faz.

[José Manuel Barbosa]


1 comentário:

  1. É com um imenso prazer que me revejo... melhor, me vejo "retratado", através das minhas fotografias, numa página dedicada à leitura e aos livros!

    Muito obrigado, Clapotis!

    Esta é uma daquelas HorasDoces que me sensibilizam e me honram.

    Grande abraço e um beijo ;)

    ResponderEliminar