08/09/11

Governo Sombra - Casimiro Teixeira - Lançamento

"Um thriller de conspirações políticas que retrata as vidas paralelas de dois homens.
Um, desempregado, e com ambições de ser escritor, que desistiu da vida e da procura da felicidade, reencontrando-as ao receber uma estranha mensagem de uma amiga, que lhe encomenda a escrita de um livro sobre a sua vida, conduzindo-o numa viagem obsessiva por uma realidade ficcionada sobre um Portugal secreto e sinistro desconhecido por muitos.
O outro, um político empossado à força por um caciquismo familiar. Professor de história por paixão, torna-se secretário de estado por complacência dos interesses do falecido pai.
Vão ambos embarcar numa odisseia mirabolante de enganos e descobertas, na busca da confirmação da existência de uma ordem secreta, Os Alquimistas, cujo plano efetivo para o nosso país, consiste no controlo absoluto do seu governo, e no domínio total da vontade dos seus cidadãos. De Nova Iorque a Bruxelas, e por diferentes locais em Portugal, um atroz destino os espera, nesta história implacável, que mistura passado e presente, cheia de suspense e completamente imprevisível."
 
 
O lançamento será no dia 08 de Outubro, às 15:00,
na Biblioteca Municipal José Régio - Vila do Conde
Não perca!

30/08/11

Parabéns minha Luisa!

Tenho uma amiga muito especial, é linda, é enorme de coração e brilha em todo o seu esplendor, derrama bondade, alegria, esperança, vontade e… poesia.
É uma Mulher que está sempre de parabéns, especialmente hoje, que é seu aniversário!
Escreveu um livro com poemas saídos directamente do seu coração e alguns de uma caixinha de beijos!

Chama-se Luísa Vaz Tavares e eu adoro-a e ela sabe-o, o que me deixa muito feliz!

Parabéns minha Doçura!

LOCAIS DE VENDA
- LOJAS FNAC E BERTRAND MEDIANTE ENCOMENDA
- HTTP://WWW.WORLDARTFRIENDS.COM/STORE/1135-LUISA-VAZ-TAVARES-DOCURAS-E-AMARGURAS.HTML -
- PELOS EMAILS INFO@CORPOSEDITORA.COM E CORPOSEDITORA@GMAIL.COM (NESTE CASO OS PORTES SÃO POR CONTA DA EDITORA)
...- LIVRARIA\CAFÉ CORPOS EDITORA
...RUA DO ALMADA 254, 2º, SALA 23
PORTO
- LIVRARIA TAVARES
PORTALEGRE
E PARA QUEM É ADEPTO DAS NOVAS TECNOLOGIAS E PREFERE EBOOK HTTP://WWW.WORLDARTFRIENDS.COM/STORE/1140-DOCURAS-E-AMARGURAS.HTML



26/08/11

O Círculo Mágico - Katherine Neville

Andei durante muito tempo a ler muitas e boas opiniões sobre os livros O Oito e O Fogo desta autora. Quando começo a ler determinado autor, gosto de começar pelos primeiros livros , a não ser que não tenham sido publicados cá. Foi o caso deste ou pelo menos não o encontrei à venda, então encomendei-o em francês.
Confesso que não fique nada empolgada, não digo que seja mau, nada disso, é bom mas é um livro que mistura história contemporânea onde aparece Hitler, história antiga com Alexandre o Grande, Gengis khan, histórias bíblicas e mitologia grega e romana, assim como a história familiar extremamente complicada e rebuscada da heroína.
Senti-me um pouco sufocada pela quantidade de informações históricas e a leitura torna-se demasiado complexa e sem grande “sumo”.
Uma embrulhada, incompleto, o desenvolvimento é sem grandes surpresas.
Li as 700 e tal páginas só mesmo por curiosidade e para verificar se acabava como eu pensava e quando acabei fiquei aliviada… sem mais.
No entanto, não posso deixar de recomendar pois conheço pessoas que o adoraram…
Pois eu, espero gostar mais d´O Oito e d´O Fogo.


Sinopse: O assassinato do primo, fizera de Ariel Behn a única herdeira de um estranho legado familiar: um conjunto de manuscritos sinistros que a conduz ao centro nevrálgico de uma intriga internacional e a um ancestral enigma que se arrasta ao longo dos séculos. Codificados com misteriosos sinais crípticos aqueles documentos contém afinal uma arrepiante verdade acerca do Novo Milénio, permitindo a quem os conseguir decifrar o controlo absoluto da Humanidade. Perseguida pelos mais sedentos indivíduos do mundo, Ariel Behn vê perigar a sua vida. Desenvolvendo-se ante um pano de fundo que decorre desde o advento do império romano até à queda do Muro de Berlim, «O Círculo Mágico» surge como uma obra intrigante que mistura habilmente o thriller moderno, o romance histórico, o mistério, a ficção científica, o misticismo e a aventura. Um livro que é já bestseller nos EUA.

Classificação: 2 - Não gostei.

16/08/11

Sete Casas - Alev Lytle Croutier

Uma história de mulheres contada por sete casas ao longo de varias gerações.
Na Turquia, desde o principio do Séx XX até aos nossos dias as casas onde viveram as mulheres da familia contam as histórias delas.
Uma história muito bonita contada de uma forma quase poetica, uma escrita que me lembra um pouco Isabel Allende. Gostei deste livro, não chama muito atenção, no principio nem agarra muito mas aos poucos fui entrando nesta familia e, de mansinho e discretamente fui assistindo aos seus dramas e alegrias, que não foram assim tantas quanto isso.
É um livro que não sendo empolgante, deixa marcas.

Colecção: Grandes Narrativas
Nº na Colecção: 240
Data 1ª Edição: 12/03/2004
Nº de Edição:
ISBN: 972-23-3162-0
Nº de Páginas: 244
Dimensões: 150x230mm
Peso: 374g

Sinopse:
Esta saga familiar acompanha quatro gerações de mulheres turcas desde o império otomano até à transformação da Turquia numa república. As casas aqui descritas são as narradoras desta história que tem início em 1910 com a aquisição da primeira casa por Esma, uma mulher que desafiou a tradição ao viver a sua viuvez longe da protecção familiar. Uma neta de Esma contará a sua própria história, a de uma infância mágica onde o avô cultivava fina seda do Oriente, seguida de uma brusca transição para o ambiente urbano de Ancara, já ao som de Elvis Presley. E assim se atravessa todo o século XX tendo com pano de fundo um exótico universo.
Classificção: 7 - Bom

29/07/11

Voo Final - Ken Follet

Outro bom livro de Ken Follett
Uma história de espionagem, na Dinamarca da 2ª Guerra Mundial.
Uma accão muito rápida, sem grandes paragens, uma grande intriga sem ser confusa.
Gostei imenso e recomendo!

Voo Final
Edição/reimpressão: 2009
Editor: Editorial Presença
ISBN: 9789722341141

Sinopse
Do autor de Os Pilares da Terra e Um Mundo sem Fim, um livro com um enredo complexo que leva o leitor pelos meandros do thriller onde o suspense é uma constante. Em Junho de 1941 a Dinamarca encontra-se sob a ocupação de Hitler, enquanto a Grã-Bretanha é a única potência europeia em condições de fazer frente ao avanço dos nazis. Mas os aviões que partem em missões de bombardeamento são sistematicamente abatidos pelos esquadrões germânicos, como se de algum modo estes conhecessem os planos de ataque da RAF. Uma agente do MI6 é destacada para investigar o que está a beneficiar os alemães, numa missão secreta à Dinamarca... Ao mesmo tempo, na pequena ilha de Sande, o jovem Harald, encontra numa base secreta dos alemães algo cuja descoberta pode ser vital para mudar o curso dos acontecimentos... Um thriller empolgante e complexo, baseado num caso verídico, pela mão do grande mestre da arte de contar que é o mundialmente famoso Ken Follett.

Minha Classificação: 7 - Muito Bom

14/07/11

A minha música

Quando estou em casa a ler, gosto de ouvir música. Mas não é qualquer uma, claro.
Prefiro musica, sem voz  para não me distrair da leitura e também porque prefiro o instrumental .
Vou começar a partilhar aqui, de vez em quando, algumas músicas  que ouço nas minhas poucas horas doces de leitura. Espero que gostem.


04/07/11

O Terceiro Gémeo - Ken Follett

Este livro é um verdadeiro thriller.  
Uma investigadora no campo da genética desunha-se para descobrir um caso de manipulação genética gerada por vários interesses, poder, dinheiro, politica e nunhum escrupulo.
Um romance à Ken Follet que conhece os ingredientes todos para nos prender á história com garras!
Uma trama vertiginosa que nos faz perder o folego.


Autores:Ken Follett
Gênero: Literatura Estrangeira
Editora: ROCCO
ISBN: 9788532507587
Sinopse

Fertilidade humana é o campo que mais se desenvolve na medicina americana. Aqui, ela é o ponto de partida deste 'thriller' sobre clonagem e manipulação genética de embriões. Jeannie Ferrami, brilhante pesquisadora de uma universidade de Baltimore, desenvolve um software capaz de indentificar gêmeos idênticos criados separadamente. Ela deseja provar a influência da criação e do meio ambiente sobre a formação da personalidade. Sua pesquisa acaba por levá-la a descobrir muito mais. Recorrendo às informações médicas de milhões de pessoas, contidas em imensos bancos de dados de companhias de seguros e agências do governo, Jeannie começa a ameaçar os interesses dos sócios de uma pequena empresa de biotecnologia, que têm muito a esconder.

Minha Classificação: 7 - Muito Bom

27/06/11

Maldito Karma - David Safier

Há tempo li algures que este livro era divertido.
Eu, que me pelo por uma boa gargalhada, registei-o na minha listinha “a comprar”. Sim, porque não é todos os dias que se encontam livros com humor…!
Encontrei-o na Fnac em francês, nem hesitei, comecei a lê-lo na hora.
Gostei imenso, dei aquelas boas gargalhadas que esperava e pus algumas pessoas a rir à minha volta contando algumas passagens… é o livrinho ideal para a praia, esplanada, para acompanhar uma cervejinha e uns tremóços… É agradavel, vale a pena!

Sinopse

Este romance conta-nos as provações e atribulações de Kim Karlsen, uma personalidade de televisão cuja carreira obsessiva lhe traz graves repercussões cósmicas. Kim trai o marido, esquece a filha e maltrata colegas. Tudo parece valer a pena quando ganha o mais prestigiado prémio da televisão alemã, mas nessa mesma noite ela é esmagada por destroços de uma estação espacial russa...
Minha classificação: Divertido!

21/06/11

A Distância Entre Nós - Thrity Umrigar

É uma história triste, sofrida, sobre a injustiça e diferença de classes sociais e culturas, sobre a ignorância, o amor e a familia.
Adorei este livro, apesar de não ser um daqueles romances que não conseguimos largar, apesar de eu ter tido muita dificuldade em pousá-lo de vez em quando.
Diria que, na minha opinião está muito bem escrito, as emoções estão muito bem explicadas, quase sentimos a dor, a revolta que estas duas mulheres sentem.
Não perca a leitura deste livro!

Editora: Nova Fronteira
Autor: THRITY UMRIGAR
ISBN: 8520919537
Origem: Nacional
Ano: 2006
Edição: 1
Número de páginas: 331
Sinopse:



BOMBAIM, ÍNDIA. Duas mulheres. Duas vidas. Dois destinos que poderiam ser um só. Sera e Bhima estão indiscutivelmente ligadas, seja pelo silêncio ou pela cumplicidade. Mas ao mesmo tempo estão distantes, separadas por uma fronteira intransponível. Como se o fio que as une não fosse forte o suficiente para agüentar uma descarga elétrica, força que parece definir a sorte e a tragédia da patroa e da empregada. Duas vidas marcadas pela decepção, enganadas pela traição, sujeitas a uma sociedade cruel cuja voz berra e marca a fogo a existência dessas mulheres. A Distância Entre Nós é um romance avassalador, envolvente, intenso. Você não conseguirá parar de lê-lo, e não será o mesmo quando alcançar a última pagina. Acredite.
Minha Classificação: 7 – Muito Bom

13/06/11

Meus encontros na Feira do Livro 2011

Há adolescentes que vibram com os seus ídolos, actores, cantores, desportistas, etc..
Eu, na minha idade madura e como adoro livros e “por supuesto” também ler, vibro com escritores… ! É, ninguém é perfeito, e eu então, muito menos!


Assim, este fim-de-semana fui à Feira do Livro – fora este fim-de-semana tenho ido quase todos os dias – só que este sábado era dia especial, pois estavam lá a autografar livros dois dos meus escritores favoritos… Richard Zimler e Luis Miguel Rocha! E eu podia lá perder uma oportunidade destas!


Não me calei nem parei de olhar para o relógio enquanto não cheguei lá, pouco depois das 16H. Estava entusiasmadíssima! Sim, porque, lá porque estes dois escritores vivem no Porto, como eu, ainda assim, não me cruzo com eles todos os dias, ora valha-me Deus!

Eles estavam os dois, ali, sentadinhos à minha espera… não podia faltar!




No espaço Leya, encontrei-me com o Mr. Zimler, escritor americano radicado há cerca de 30 anos no nosso país e a viver no Porto, autografou meus dois livros “ Ilha Teresa” e “Goa ou o Guardião da Aurora” e trocamos algumas observações e opiniões sobre os seus livros, claro está! Simpático e humilde, exactamente o que eu esperava!




A seguir dirigi-me para o espaço da Porto Editora onde tinha encontro marcado com um jovem escritor português cada vez mais conhecido e valorizado, Luís Miguel Rocha. Li há alguns anos o seu primeiro livro: “O Ultimo Papa” e adorei! É muito simpático, acessível e conversador, foi uma agradável surpresa!
Como não podia deixar de ser, tinha de registar estes dois acontecimentos ou não seria uma admiradora que se preze destes dois autores.

OBS: Mr. Richard Zimler, Sr. Luís Miguel Rocha , se por mero acaso, algum dia lerem este postzito, podem-se rir à vontade do meu português, eu não levo a mal. Sou vossa admiradora e leitora viciada, mas não tenho jeito nenhum para escrever…! J

11/06/11

A Filha da Minha Melhor Amiga - Dorothy Koomson

Gostei deste livrinho, mexeu comigo uma amizade como esta, apesar de ter ficado muito por dizer… ou quase nada. A amargura, o remorso, o esforço imenso de Kamryn que de um momento para o outro ganha uma filha (ela que nunca quis ter filhos) um rodopio de emoções que me fizeram rir e chorar.
Aconselho, mesmo!
A filha da minha melhor amiga
Edição/reimpressão: 2010
Páginas: 448
Editor: Porto Editora
ISBN: 978-972-0-04124-1
Idioma: Português

Sinopse:
A forte relação de amizade entre Kamryn Matika e Adele Brannon, companheiras desde os tempos de faculdade, é destruída num instante de traição que marcará as suas vidas para sempre.
Anos depois desse incidente, Kamryn é uma mulher com uma carreira de sucesso, que vive sem ligações pessoais complexas, protegendo-se de todas as desilusões. Mas eis que, no dia do seu aniversário, Adele a contacta... A amiga de Kamryn está a morrer e implora-lhe que adote a sua filha, Tegan, fruto da sua ilícita relação de uma noite com Nate.

Terá ela outra escolha? Será o perdão possível? O que estará Kamryn disposta a fazer pela amiga que lhe partiu o coração?
Uma viagem dolorosa e comovente de auto-conhecimento, uma leitura de cortar a respiração.
Minha Classificação: 6 - Bom

06/06/11

A arte de Amar - Elizabeth Edmondson

A minha opinião sobre este livro é parecida ou igual ao meu post anterior sobre Uma Villa em Itália, excepto que neste livro há menos mistério e a heroina é um pouco sem sal.

Mas, por favor não se inibem, leiam-no!
Sinopse:
Polly Smith está a tentar sobreviver enquanto artista quando Oliver, seu amigo e mecenas, a convida a ir para casa do pai no Sul de França. Entusiasmada por poder fugir do frio e da chuva de Londres e do noivo monótono, Polly pede a sua certidão de nascimento para poder requerer um passaporte. Mas é aí que o seu mundo desaba: aquela que sempre pensou ser sua mãe é, na verdade, sua tia; a identidade do pai é desconhecida e até o seu próprio nome não está correcto.

A sua «fuga» para o sol da estimulante da Riviera imprime uma nova vida à sua pintura, mas nem tudo corre bem na mansão onde está hospedada. O pai de Oliver foi forçado a abandonar a Inglaterra no meio de um escândalo e, apesar do sofisticado e cosmopolita grupo de amigos que o rodeia, está prestes a ser apanhado pelo seu passado. E, embora Polly se encontre no centro de uma teia de mentiras, o seu próprio futuro começa a tomar um novo e fascinante rumo…


 Minha Classificação: 5 - Agradável 

31/05/11

Uma villa em Itália - Elizabeth Edmondson

Ora bem.
Que posso eu dizer deste livro? Não foi amor, sem dúvida que não.
Não foi um livro que me arrebatou, de maneira nenhuma. É um romance leve, para ler por exemplo na praia.
Adoro mistérios e este livro tem mistério, foi principalmente isso que me segurou.


Atenção: Eu não classifico os livros pela sua qualidade literária, sei lá como se faz isso, não tenho o conhecimento nem aptidões para tal.
Classifico os livros que leio, pelo que me fazem sentir… pela forma como mexe comigo, simplesmente!
O que pode ser muito bom para mim, pode não ser para si e vice-versa. Não julgue um livro pela minha opinião, portanto… aconselho a leitura deste livro. ;)

Sinopse:
Quatro pessoas aparentemente sem nada em comum vêem o seu nome mencionado no testamento de uma mulher que não conhecem. Quem foi Beatrice Malaspina e porque exige que compareçam na sua villa em Itália? Enquanto esperam pelas respostas, a magia do lugar começa a exercer os seus efeitos sobre eles: os frescos desbotados, os jardins exuberantes e a magnífica torre medieval não se assemelham a nada que já tenham visto. Aos poucos, quatro pessoas que sempre fizeram os possíveis por esconder os seus problemas descobrem que a mudança – e até mesmo a esperança – é possível. Mas a misteriosa Beatrice tem um segredo que os afectará a todos…


Minha Classificação: 5 - Agradável

08/05/11

Segue o Coração - Lesley Pearse

Um livro grande, como eu gosto. A história interessante de uma mulher admirável, pela sua força, carácter, integridade, coragem, persistência e humanidade.
Matilda, uma pequena florista pobre dos bairros mais miseráveis da Londres do sec. XIX, vê a sua vida mudar de um dia para o outro. Cresce e amadurece à força de trabalho braçal e humanitário nos Estados Unidos pós revolução na altura em que este pais era o cenário de todas as oportunidades. Uma luta constante pela sobrevivência, pelo amor e pela família.
Uma mulher que só queria que as pessoas que se cruzaram com ela se lembrassem dela como “ a que fez a diferença” nas suas vidas!
Autora: Lesley Pearse
Edição: Nov/2010
Páginas: 784
Editora: Edições ASA



Londres, 1842. Bastará uma boa acção para levar Matilda Jennings das ruelas lamacentas de Londres rumo às cintilantes luzes da América... Aquele podia ter sido um dia como tantos outros na vida de Matilda, uma pobre vendedora de flores. Mas aquele é o dia em que Matilda salva a vida de uma criança e recebe a mais preciosa das dádivas: a oportunidade de fugir da miséria e construir uma nova vida. Em breve trocará os bairros degradados de Londres pelos recantos misteriosos de Nova Iorque, as planícies do Oeste Selvagem e a febre do ouro em São Francisco. Munida apenas da sua coragem, beleza e inteligência, a jovem está apostada em ditar o seu destino, nem que para tal tenha de lutar contra tudo e todos. A sua rebeldia condena-a à solidão. Mas um dia também ela viverá as emoções de um verdadeiro amor. Um amor que terá de suportar a separação, a guerra e os tormentos do nascimento de uma nova nação. Será no Novo Mundo que Matilda vai aprender o que a sua infância não lhe ensinou: que todos nascem iguais, que a coragem e a generosidade são o que de mais nobre pulsa no coração humano, e que, por mais doloroso que seja, a vida tem de continuar e nunca se deve olhar para trás...
Minha Classificação: 6 - Bom

20/04/11

No teu Deserto - Miguel Sousa Tavares

Deste autor só li “Equador” e “Não te deixarei morrer David Crocket”.
Peguei neste quase-romance como MST diz, por curiosidade e porque gosto
imenso da sua forma de escrever!

Este livro é escrito a duas mãos, a dele e a de Claudia aquela a quem é
dirigido esta “carta”.

É uma espécie de tributo a “dois amores”, Claudia e o Deserto.
Por causa - ou graças- ao deserto MST conheceu Claúdia que o acompanhou
nesta viagem ao Sahara em 1987 e que viria a marcá-lo pela paixão,
pela vivência, pelo companheirismo e cumplicidade... e pelas
estrelas contadas nas noites de imensidão, no calor, no frio, na solidão
e silêncio partilhado.
Esta leitura emocionou-me e no fim, senti-me triste.
Talvez por já ter estado no deserto, este livro soube-me a especial e a
pouco. Queria mais tempo no deserto e queria lá ter ficado.

Como diz MST “ Há viagens sem regresso nem repetição” e, parte do
meu coração ficou lá.

Na verdade, o deserto não existe: se tudo à sua volta deixa de existir
e de ter sentido, só resta o nada. E o nada é o nada: conforme se
olha, é a ausência de tudo, ou, pelo contrário, o absoluto. Não
há cidades, não há mar, não há rios, não há sequer árvores ou
animais. Não há música, nem ruído, nem som algum, excepto o do
vento de areia quando se vai levantando aos poucos – e esse é
assustador. Será assim a morte, também, Cláudia?”



Sinopse:
«Às vezes, lá onde moro, fico à noite a olhar as estrelas como as do deserto e oiço o tempo a passar, mas não me angustia mais: eu sei que é
justo e que tudo o resto é falso.»
"Esta história que vos vou contar passou-se há vinte anos. Passou-se comigo há
vinte anos e muitas vezes pensei nela, sem nunca a contar a ninguém,
guardando-a para mim, para nós que a vivemos. Talvez tivesse medo de
estragar a lembrança desses longínquos dias, medo de mover, para
melhor expor as coisas, essa fina camada de pó onde repousa, apenas
adormecida, a memória dos dias felizes.”

Minha Classificação: 7 – Muito Bom

19/04/11

Troquei o computador pelo Sol













Há alturas em que não me apecece sequer olhar para o computador...
Estas ultimas semanas têm sido assim. Só me apetece ler, ler e ler -
coisa estranha !!

Nestes ultimos dias de sol, evitei o mais possivel parar em casa não vá o
tecto cair-me em cima. Além de que fui praticamente obrigada pelo
Astro-Rei, a ir ter com ele à esplanada, e fiquei a gozar o
calorzinho do seu amor por mim. Esqueci o tempo e as obrigações em
casa. As únicas companhias que tinha depois do trabalho e até
escurecer eram o meu Astro e os meus livros!

Por isso, não tenho aparecido por aqui, estive muito ocupada!  :))
Agora já está a chover... e vou ter de aguentar o tecto de minha casa e
rezar para que não me caia em cima e daqui a pouco vou falar dos
livrinhos que li... mas só daqui a pouco, sim? Até já!

26/03/11

A Sombra do Vento - Carlos Ruiz Zafón

É difícil falar de um livro sobre o qual já foi tudo dito.
Portanto, eu não vou dizer que ele é isto ou aquilo, porque é mesmo isso tudo e mais ainda.
Vou antes dizer o que este livro me fez sentir.
Li-o em 2006 e nunca tinha ouvido falar dele, não o procurei mas ele literalmente atravessou-se na minha frente numa banca da Feira do Livro.
Li a sinopse e sem hesitar comprei-o e fiquei logo "mortinha" por
chegar a casa para começar a lê-lo.
Para uma apaixonada por livros como eu sou, esta obra não podia começar de uma forma mais original: Um Cemitério dos Livros Esquecidos e um Livro que muda o curso de vida do pequeno Daniel.
Como eu desejei conhecer aquele lugar mágico!
Logo nas duas primeiras páginas mergulhei na história, envolvida.
À medida que virava as pagina, ficava cada vez mais enfeitiçada, esquecida da realidade e agarrada à vida daqueles personagens misteriosos.
Tive medo, emocionei-me, chorei e ri também com Fermin Romero de Torres!
Quando acabei o livro, depois de me ter roubado muitas horas de sono, senti-me triste e já com saudades daquele fabuloso e surrealista enredo. Queria que nunca mais acabasse...
Senti-me sozinha e sem vontade de ler mais livros, sabendo que nenhum
dos que tinha poderia rivalizar com este!

Apaixonei-me por este livro e nunca mais o vou esquecer!
Aliás, está na hora de o ler de novo, estou com saudades dele...!

Autor: Carlos Ruiz Zafón
Editor: Publicações D. Quixote
Colecção: Ficção Universal
1ª Edição: Setembro 2004
2ª Edição: Julho 2005
3ª Edição: Outubro 2005
Nº Páginas: 507
ISBN: 972-20-2709-3

Sobre o autor
Carlos Ruiz Zafón nasceu em Barcelona em 1964. Com a sua primeira obra, El Príncipe de la Niebla, obteve o Prémio Edebé em 1993. Desde então publicou quatro romances e converteu-se numa das revelações literárias dos últimos tempos. Com A Sombra do Vento, finalista do Prémio de Romance Fernando Lara 2001 e do Prémio Llibreter 2002, eleito o Melhor Livro de 2002 pelos leitores de La Vanguardia, e publicado em mais de vinte línguas, está a obter um dos maiores êxitos internacionais da literatura
espanhola.

Sobre o livro
Numa manhã de 1945, um rapaz é conduzido pelo pai a um lugar misterioso, oculto no coração da cidade velha: o Cemitério dos Livros Esquecidos. Aí, Daniel Sempere encontra um livro maldito que muda o rumo da sua vida e o arrasta para um labirinto de intrigas e segredos enterrados na alma obscura de Barcelona.
Juntando as técnicas do relato de intriga e suspense, o romance histórico e a comédia de costumes, A Sombra do Vento é sobretudo uma trágica história de amor cujo eco se projecta através do tempo.
Com uma grande força narrativa, o autor entrelaça tramas e enigmas ao modo de bonecas russas num inesquecível relato sobre os segredos do coração e o feitiço dos livros, numa intriga que se mantém até à última página.

Minha Classificação: 8 - Excelente
 

21/03/11

Meme Literário



1 –“Shibumi” de Trevanian e todos os livros de Carlos Ruiz Zafón

2 –“Conversas com Deus” de Neale Donald Walsch

3 –“Os Pilares da Terra” de Ken Follett

5 – Recebi este tiro de desafio do meu amigo Guerreiro que não posso nem
quero ignorar! Obrigada por te lembrares de mim.


19/03/11

Feliz Dia, Pai.














- Porque o levaste?
- Tinha chegado a hora.
- Que hora? Aquela que escolheste?
- Também, um dia percebes
- Espero que sim! Sabes é dificil
perdoar-te
- Eu sei, mas tu consegues fazer isso
- Não sei se consigo! A dor é grande... a
saudade ainda maior.
- O tempo vai ajudar-te
- Que tempo? Nada mudou. Continuo com
saudades dele
- Eu compreendo. Mas o amor e o tempo vao
fazer-te perceber que aconteceu.
- Eu sei o que aconteceu... Levaste-o, e
dizes que chegou a hora. Que queres que eu perceba?
O mundo mudou, levaste-me o ombro onde podia
chorar, os braços que me abraçavam, os olhos que me repreendiam...
Levaste o amor incondicional.
- Levei?!
- Levaste!!! Sabes que sim
- Não levei... posso até ter-te levado o
ombro, os braços e os olhos, mas o amor não!!! Ele deixou-o
contigo.
- Entao explica do que sinto falta?
- Dele... Não do amor dele!
- Tenho tantas saudades! Sabes o que é?
Aquela vontade de voltar a casa e encontra-lo. Aquele vazio na mesa.
A palavra que falta nas decisões importantes. Sinto tantas
saudades...
- Eu sei, e ele também sabe.
- Será que sabe?
- Sabe e tu sabes que sim. Quantas vezes
sentes o vento, e um bem estar de alma? É ele que te abraça, que
te afaga o cabelo. Ele vai estar sempre presente na tua vida.
- Eu sei que sim. Mas as saudades
apertam...Que queres que faça??
- Não faças nada! E nunca te esqueças do
amor que vos une.
- Deixas-me abraça-lo.
- Não posso.
- Como não podes?? És Deus, roubaste-mo. É
justo, um abraço.
- Até pode ser. Mas agora, o abraço não
pode ser.
- Então, cuida dele por mim.
- Eu cuido dele, e ele cuida de ti.
- E diz-lhe... Que eu GOSTO MUITO DELE
- Dir-lhe-ei.
- Diz-lhe tambem que lhe desejo um Feliz Dia do Pai.

(Conversas Com Deus - Neale Donald Walsch)

12/03/11

Caminhos de Glória - Jeffrey Archer

Mais um bom livro deste autor inglês que adoro.
Uma história baseada em factos reais, a história de George Mallory, o primeiro homem -não oficial- a escalar o tão famoso Monte Evereste. Um homem espectacular e verdadeiramente apaixonante!
Muito bem escrito à boa maneira caracteristica deste escritor, que nos deixa sempre sem folego no fim de cada capítulo. Este livro começa pelo fim, mas, garanto-vos que em vez de perder o interesse, só o desperta! Leiam!


Título: Paths of Glory
Tradução: Isabel Sequeira
Colecção: Obras de Jeffrey Archer
Pp.: 352
Formato: 15,5 cm x 23 cm
ISBN: 978-972-1-06060-9
Data de edição: Dezembro de 2009
 
Autor galardoado com o prestigiado prémio literário Prix Polar International pela obra O Condenado

Ele amou duas mulheres... e uma delas matou-o.

Há pessoas que sonham tão alto que, se um dia cumprirem os seus desejos, têm certamente um lugar na História. Francis Drake, Robert Scott, Percy Fawcett, Charles Lindbergh, Amy Johnson, Edmund Hillary e Neil Armstrong são algumas dessas pessoas cujos nomes estão inscritos nos caminhos da glória.

E se um homem tivesse um sonho, o cumprisse e, sem nada que o provasse, nunca fosse reconhecido pelo seu feito?

Caminhos de Glória é a história de um homem comum. Assim permanecerá até o leitor, que terá de ler até à última página deste extraordinário romance, ajuizar se de facto o nome de George Mallory deverá constar na lista de homens lendários. Se assim o decidir, um outro nome terá de ser retirado.

Jeffrey Archer, cujos romances se tornaram best-sellers, já vendeu mais de 135 milhões de exemplares em todo o mundo. Em 1992, tornou-se o mais jovem membro da Câmara dos Lordes. É um dos escritores de maior sucesso da actualidade.





Minha Classificação - 7 - Muito Bom